E-commerce? A importância de estar nos pontos de venda, mesmo quando as compras são feitas online

Grandes redes de autoatendimento funcionam como qualquer e-commerce, saiba a importância do ponto de venda para atribuir a este canal.

Muitas redes multinacionais já estão modificando e limitando sua oferta de e-commerce a pedidos máximos por pessoa, ou formatos básicos de caixas expresso com produtos básicos: mantimentos, higiene e limpeza e artigos para bebês.

 

De onde vem o comércio eletrônico?

Grandes redes de autoatendimento funcionam como qualquer e-commerce, com estoque online onde o consumidor pode escolher todos os seus produtos e sua loja preferida. Você também pode optar por retirar seu pedido ou recebê-lo em sua casa.

 

Porém, há uma grande diferença com qualquer outro e-commerce no mundo do varejo, que é que o produto não sai do depósito, mas na grande maioria dos casos sai direto do chão de vendas.

 

Ótimos serviços de entrega em domicílio operam com pessoas que fazem as compras para você; aquela pessoa pega um carrinho, sua lista e percorre os corredores selecionando os produtos do seu pedido.

 

Ao fazer a seleção, se o produto da lista não estiver na gôndola/ prateleira, ele estará faltando no pedido final. Na melhor das hipóteses, a pessoa que realiza o serviço ligará para o cliente para perguntar se deseja um substituto.

Existem vários aplicativos e serviços de mercearia online não pertencentes à rede que entregam toda a remessa com base em seu estoque online atualizado.

 

No entanto, a grande maioria deles se concentra em produtos orgânicos, gourmet, locais, etc. e não 100% em itens de uso diário e categorias de destino que as pessoas compram nos supermercados regularmente.

Resumindo, as compras continuam a acontecer da mesma forma como se as fizesse pessoalmente. Por isso, hoje e ainda por muito tempo, apesar do crescimento do canal online, estar presente na hora da compra ainda é de extrema importância para não perder vendas no dia a dia.

 

O que é Smart OSA?

Com o Teamcore, você pode usar todo o Big Data disponível no sell-out de suas redes para ter um indicador de disponibilidade do produto na gôndola. Smart OSA (On Shelf Availability) funciona remotamente 365 dias por ano.

 

Os algoritmos utilizados pela plataforma Teamcore medem com alta precisão a presença ao nível da sku-store, ultrapassando níveis de 95%, com um desempenho superior às medidas humanas, uma vez que estas são frequentemente realizadas por pessoas que não têm formação adequada e têm alta rotatividade. Não podemos esquecer que hoje estamos tendo restrições de pessoal nas lojas por contingência.

 

O Smart OSA também gera tarefas inteligentes para a equipe de vendas para que ela possa reagir imediatamente a problemas de falta no ponto de venda.

 

Se você deseja saber mais sobre esta solução, entre em contato conosco e podemos conversar sobre o potencial que ela tem para sua empresa em particular.

Além disso, você pode consultar todos os nossos relatórios e estudos para download aqui.

Gostou deste artigo?

Assine o boletim informativo e receba as notícias mais relevantes do setor de varejo diretamente no seu e-mail

Fique um passo à frente com novos insights.

Inscreva-se gratuitamente em nosso boletim informativo.

Estudamos as últimas tendências em consumo de massa e varejo e as compartilhamos semanalmente para que você fique atualizado.