Não se concentre em quebras de estoque!

Os indicadores de estoque são fundamentais para a segmentação do portfólio. Devem viabilizar o que realmente tem potencial de vendas.

 

Para gerenciar adequadamente os estoques e evitar falta de estoque ou falta de estoque, a equipe de sucesso do cliente da Teamcore gostaria de compartilhar uma série de recomendações e boas práticas com você.

 

Dessa forma, você também pode agregar valor à execução e evitar excessos que representam obsolescência e perdas.

 

1. Produtos com baixa disponibilidade

Desenvolve um controle especial de produtos com baixa disponibilidade, para identificar oportunidades de abastecimento e reabastecimento.

 

Dessa forma, você evita a perda de vendas e garante que os clientes encontrem o que desejam, no momento específico em que procuram.

O Smart OSA da Teamcore oferece a oportunidade de melhorar o indicador de disponibilidade entre 6% e 9%.

 

 

2. Produtos com baixa cobertura

É muito importante acompanhar de perto os produtos que possuem baixa cobertura ou poucos dias de estoque, conforme estabelecido pela métrica DOH (Days of Inventory on Hand).

 

Sua baixa disponibilidade representa um grande risco para as vendas e a reputação da empresa. Portanto, é essencial ter dados suficientes e tomar as medidas necessárias a tempo.

 

 

3. Produtos perto de quebrar o estoque

A disponibilidade é o ponto de partida para a construção de uma relação de confiança com o cliente, que define em grande parte a sua decisão de compra.

 

É um erro imperdoável permitir uma ruptura que poderia ser prevista com antecedência suficiente para evitá-la.

Smart Retail Execution é a funcionalidade do Teamcore que visa garantir que seus produtos estejam sempre disponíveis e possam assim melhorar as vendas.

 

 

4. Priorização para substituição de produtos

Uma das ações inteligentes a serem implementadas para passar dos dados à evolução do varejo é a reposição oportuna de produtos fora de estoque.

 

No processo de tomada de decisão, você deve priorizar as ações que garantem a disponibilidade dos produtos no ponto de venda.

 

“O giro de estoque é uma métrica essencial para cuidar do capital de giro. Por isso, devem ser gerados alarmes para os papéis responsáveis ​​pelos indicadores de gestão e, assim, promover a tomada de decisão oportuna”.

Juliana Mejía
Customer Success Director
Teamcore

Gostou deste artigo?

Assine o boletim informativo e receba as notícias mais relevantes do setor de varejo diretamente no seu e-mail

Fique um passo à frente com novos insights.

Inscreva-se gratuitamente em nosso boletim informativo.

Estudamos as últimas tendências em consumo de massa e varejo e as compartilhamos semanalmente para que você fique atualizado.