Transformação digital do varejo após a COVID-19

 

A crise gerada pela pandemia acelerou o processo de digitalização das empresas. Analytics e dados fazem seu caminho como um roteiro.

 

O maior impacto da pandemia no varejo, em termos de mudanças e transformação digital. O maior impacto foi provavelmente em relação ao e-commerce, uma vez que grandes varejistas e pequenos negócios foram obrigados a promover esse segmento. No entanto, os resultados extraordinários que ocorreram não foram contados. O desenvolvimento alcançado representa pelo menos cinco anos de trabalho.

 

Outra consequência do que se vive com o COVID na América Latina é que o canal moderno foi fortalecido. As restrições de movimento e a sensação de segurança que oferece ajudaram muitos consumidores a preferi-lo. 

 

Da mesma forma, a tempestade perfeita da cadeia de suprimentos estava se formando no mundo, porque o custo do transporte internacional e a baixa disponibilidade de matérias-primas afetam muito as capacidades produtivas de muitos fabricantes.

 

Soma-se a essa situação o constante aumento da inflação, que traz grandes desafios tanto para varejistas quanto para fabricantes, pois é preciso entender muito bem a elasticidade dos produtos e a capacidade do consumidor final em assimilá-la.

 

 

A transformação digital como método de adaptação

Grande parte das grandes empresas já havia iniciado processos de transformação digital antes da pandemia. No entanto, com toda a crise desencadeada pelo COVID, o foco das prioridades mudou e as organizações foram obrigadas a resolver o que era necessário para se adaptar à nova realidade.

 

Analytics é talvez a área que mais tem sido trabalhada. Agora as empresas pretendem realmente usar os dados que têm disponíveis, dos canais físico e digital. Além disso, eles buscam digitalizar seus processos de negócios.

 

As empresas de varejo e consumo de massa têm uma quantidade de dados que pode ser esmagadora, especialmente para grandes empresas. O desafio é transformar essa enorme quantidade de informações em ações concretas que permitam corrigir problemas e gerar valor.

 

Da mesma forma, o desenvolvimento de analytics permitiu avançar na implementação de tecnologias prescritivas, que detectam e corrigem problemas quase em tempo real. Cada vez mais empresas deixam de trabalhar com base em rotinas pré-estabelecidas, para gerenciar o negócio de acordo com o impacto nas vendas perdidas.

 

ADKAR para gerenciar mudanças

Gostou deste artigo?

Assine o boletim informativo e receba as notícias mais relevantes do setor de varejo diretamente no seu e-mail

Fique um passo à frente com novos insights.

Inscreva-se gratuitamente em nosso boletim informativo.

Estudamos as últimas tendências em consumo de massa e varejo e as compartilhamos semanalmente para que você fique atualizado.