Benefícios da análise prescritiva

A análise de dados é uma das prioridades das organizações. No entanto, o grande desafio é utilizá-los com eficiência. A análise prescritiva é um dos mecanismos com maiores benefícios.

O uso adequado dos dados representa uma grande vantagem competitiva para as organizações. Essas informações fazem a diferença nos processos da empresa, mas se forem analisadas, transformadas e aplicadas.

 

A análise prescritiva é um dos métodos aplicados para tornar os dados produtivos. Seu objetivo é oferecer à empresa uma série de ferramentas para tomar melhores decisões e obter um bom retorno sobre o investimento. Além disso, representa rentabilidade e posicionamento de mercado.

 

Aqui estão os maiores benefícios da análise prescritiva:

 

1. Redução de custos na cadeia de suprimentos
Com a análise prescritiva é possível identificar como tornar a cadeia de suprimentos mais eficiente. Ele fornece informações sobre o consumo e uso desses materiais, para entender o que deve ser implementado para ser produtivo, como mudanças no investimento, agilidade nos processos por meio de inteligência artificial e utilização plena dos recursos.

 

Nesse sentido, os custos de manutenção de máquinas e equipamentos também podem ser reduzidos.

 

2. Antecipação e melhor planejamento de financiamentos e investimentos
Este tipo de análise permite prever valores específicos para que, com uma previsão ou projeção, seja possível antecipar problemas futuros, como produtos defeituosos, produção que responde à procura de produtos, etc.

 

Da mesma forma, esse tipo de análise ajuda a reduzir estoques desnecessários, minimizando custos desnecessários na fabricação e armazenamento.

 

3. Maior conhecimento das preferências e gostos dos clientes
A análise prescritiva facilita a construção de probabilidades sobre a propensão de um cliente a comprar em relação a um determinado produto, os atributos que mais valorizam e as necessidades que procuram satisfazer.

 

Com essas informações, campanhas de marketing personalizadas são realizadas com base em uma melhor segmentação.

 

4. Associação de fatores e prevenção
Essa metodologia proporciona a capacidade de reconhecer situações que se relacionam entre si e desencadeia diversos problemas. Por exemplo, ao detectar uma anomalia no nível de água de uma máquina, é possível identificar um problema de temperatura do motor.

 

 

Prescritivo, não preditivo

A análise preditiva não é a mesma que prescritiva. A primeira permite prever tendências, mas a segunda propõe ações para intervir da melhor forma possível e alcançar resultados eficientes.

 

Em poucas palavras, a análise preditiva apenas expõe as variáveis ​​que podem surgir no futuro, mas a análise prescritiva propõe mecanismos específicos para operá-las, antecipando situações e complementando soluções inteligentes.

 

Nesse sentido, a análise prescritiva intervém em processos futuros com automação e inteligência artificial, como a aplicação de Machine Learning.

 

 

Rota de evolução inteligente no ponto de venda

O processo de análise que permite finalmente desenvolver uma estratégia prescritiva, começa com a análise descritiva. Isso revela em detalhes o que está acontecendo.

 

Em seguida, passa para um nível de análise diagnóstica, que ajuda a esclarecer por que ocorrem determinados comportamentos ou determinadas situações.

 

E antes de passar para as análises prescritivas que nos orientam sobre o que precisa ser feito, é preciso fazer uma análise preditiva, com a qual são expostas as probabilidades.

 

Os níveis de impacto e complexidade aumentam gradualmente a partir da análise descritiva. O objetivo é que, na última etapa, a abordagem prescritiva permita que os dados sejam eficientes e produtivos.

 

 

Base de Growth Retail

A Teamcore usa análises prescritivas para desenvolver o Growth Retail como base de negócios. Com ele, são previstos comportamentos e particularidades de produtos e pontos de venda. Assim, os dados são realmente úteis e oportunos na implementação de ações inteligentes.

 

Portanto, com esse tipo de análise, é possível capitalizar, em tempo real, as oportunidades de vendas que surgem na loja, princípio básico do Growth Retail. Desta forma, oferece-se também ao cliente uma experiência positiva e diferenciada.

Gostou deste artigo?

Assine o boletim informativo e receba as notícias mais relevantes do setor de varejo diretamente no seu e-mail

Fique um passo à frente com novos insights.

Inscreva-se gratuitamente em nosso boletim informativo.

Estudamos as últimas tendências em consumo de massa e varejo e as compartilhamos semanalmente para que você fique atualizado.