O papel da tecnologia no ponto de venda

A tecnologia, sem dúvida, contribuirá para a produtividade das pessoas. A produtividade deve ajudar a estabelecer estratégias para gerar mais controle, para ter KPIs que permitam tomar melhores decisões.
El rol de la tecnología para ganar en el punto de venta - teamcore

No contexto atual, quais são os principais desafios tecnológicos que existem nos equipamentos de ponto de venda? Esta foi a principal questão colocada na mais recente edição da Retail Network, um webinar composto por gerentes seniores das maiores marcas da América Latina.

 

Conhecer a equipe é fundamental

Manuel Correa Larraín, Gerente Comercial do Agrocommerce, disse que é um contexto difícil no momento, pois existem múltiplos desafios. Além dos objetivos comuns, um dos principais desafios é conhecer a equipe em profundidade. Há uma grande responsabilidade, desde compreender como eles operam, quais são suas dores e implementar planos de ação para resolver os problemas que eles têm no dia-a-dia. Desse modo, facilitamos seu trabalho.

 

Ele também estava convencido do uso da tecnologia para facilitar os sistemas de trabalho, o que, no final, ajuda a aproveitar ao máximo todos os recursos disponíveis.

“Temos um mega desafio para tornar esta conversa mais bidirecional e que não é apenas um diálogo no qual as tarefas são delegadas, mas que há também um input do ponto de venda para as empresas, ou para as marcas ou as unidades comerciais. Ao tomar essa informação, ela se transforma em ação e os problemas que foram detectados são corrigidos”, disse Manuel.

 

Você talvez queira reviver o webinar: Transformación digital en los equipos de punto de venta

 

O ponto de venda deve ser mais eficiente

Juan Pablo Dañobeitia, Diretor Regional da Latam do Empresaria Group PLC, disse que o ponto de venda continua a ser desenvolvido pelas pessoas. Embora os recursos humanos sejam importantes, trabalhar no ponto de venda apresenta grandes desafios para as equipes comerciais e para as empresas de consumo massivo que dependem do PDV, já que o comércio eletrônico cresceu muito e eles estão se concentrando no conceito de loja perfeita.

 

Por esta razão, ele propõe regular os esforços no espaço de vendas, que foi reduzido como resultado do comércio eletrônico. Neste sentido, a tecnologia deve ser aplicada para ser mais eficiente e as pessoas no PDV devem ser capazes de gerenciá-la.

“Creio que, além de gerenciar, temos que passar de um modelo mais analógico para algo mais digital (e também gerenciar todos os dados que serão gerados por esta tecnologia). Isso coloca o desafio nas pessoas, porque você precisa de pessoas que estejam melhor preparadas para gerenciar todas essas informações, muitas vezes informações estratégicas de nossos clientes.

 

Desafios do varejo

 

O impacto da tecnologia na produtividade das equipes de vendas

De acordo com Juan Pablo, os custos de mão-de-obra estão aumentando. A gestão de equipes no terreno está se tornando mais cara, com margens menores, e você tem que ser mais eficiente. “A tecnologia sem dúvida ajudará a produtividade das pessoas”, diz ele.

A produtividade deve ajudar, ao invés de substituir as pessoas, a estabelecer estratégias para gerar mais controle, ter KPIs que permitam tomar melhores decisões, alinhados a partir das equipes de vendas, através dos clientes e das cadeias. Isto significa estar focado no mesmo ponto, que é gerar mais vendas e servir melhor o consumidor.

 

Manuel Correa Larraín ressalta que a tecnologia é fundamental. “Já há algum tempo estamos aplicando tecnologia no PDV. Hoje em dia, facilita muito a gestão da equipe e ajuda a gerenciar tarefas no terreno. Tarefas destinadas a atingir um objetivo que nos ajuda a monitorar e acompanhar e assegurar que as tarefas sejam orientadas para atingir esse objetivo.

 

Há um mega-desafio para a indústria para saber como utilizar a tecnologia, especialmente no projeto de modelos de trabalho.

 

Há muita tecnologia disponível hoje e de muito boa qualidade. A Teamcore é um exemplo. Há um feedback da sala que é muito bom hoje em dia”, diz Manuel Correa.

 

O projeto do sistema de trabalho e como as diferentes tecnologias disponíveis são incorporadas serão fundamentais para a diferenciação. Este é outro desafio, pois nem sempre serão tão padronizados, mas precisam ser mais flexíveis e assim gerar uma diferenciação que, no final, deve ajudá-los a competir melhor. O investimento é cada vez mais alto, mas é um investimento por qualquer medida.

 

glossário de varejo 2

 

Ao projetar sistemas com tecnologia, especialmente naqueles clientes que não compartilham informações, permite a coleta permanente de informações dos salões e o desenvolvimento de um sistema de trabalho paralelo que colabora com as vendas dos clientes. Há um desafio em como gerar estas informações a partir dos pontos de venda.

Gostou deste artigo?

Assine o boletim informativo e receba as notícias mais relevantes do setor de varejo diretamente no seu e-mail

Fique um passo à frente com novos insights.

Inscreva-se gratuitamente em nosso boletim informativo.

Estudamos as últimas tendências em consumo de massa e varejo e as compartilhamos semanalmente para que você fique atualizado.